Festival Nacional de Robótica 2018

Festival Nacional de Robótica 2018

O LAB ABERTO FAB LAB participou no Festival da Robótica 2018 com um conjunto de workshops de programação em ARDUINO para utilização de sensores de distância, luminosidade e temperatura. Foram também apresentados os projetos dos alunos da ESCO e a Feira de Ciências do LAB ABERTO FAB LAB, para além de terem sido feitas demonstrações de impressão 3D e modelação com a participação de associados e alunos de diversas escolas. Para além de escolas nacionais recebemos assciações e professores interesados no projeto bem com país que sentiram a importância do projeto na educação dos seus filhos. Foram dias intensos mas produtivos.

Posted by archizero
Fab BootCamp Coimbra

Fab BootCamp Coimbra

Estivemos presente no BOOTCAMP dos FABs em Coimbra, com o tema internacionalização e promoção da rede de FABLABS, onde foi apresentado o programa de marketing e comunicação GINFAB. Neste encontro foi feita uma análise SWOT relativa aos FABs nacionais, com a discussão de pontos fortes e fracos da comunidade dos FABs no contexto nacional. Em seguida foi feita uma apresentação sobre as estratégias de marketing e a sua importância para uma organização deste tipo. A associação apresentou o próximo BOOTCAMP em Torres Vedras à comunidade, que já dispõe de Programa Provisório BootCamp Lab Aberto. Em seguida, foram apresentadas as conclusões ao grupo na presença da Secretária de Estado da Ciência. Tecnologia e Ensino Superior, Dr.ª Maria Fernanda Rollo. Esta mostrou-se muito interessada no projeto, em particular, das atividades que o LAB Aberto FAB LAB dinamiza para o Ensino Profissional no LAB CENTER e no contexto do BOOTCAMP, “Como criar uma escola a partir de um Fab lab?”.

Posted by archizero in Notícias
Asas na Serra do Socorro

Asas na Serra do Socorro

Na quinta feira, dia 22 de março, a turma PSI3, do Curso Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, da ESCO, no âmbito da disciplina de Arquitetura de Computadores, estiveram na Serra do Socorro e…deram “Asas” aos seus projetos organizados pelo LAB ABERTO FAB LAB.

Um grupo de alunos da ESCO lançou asas voadoras pela primeira vez, depois de as terem construido desde o ponto zero, orientados pelo formador Jorge Nuno. Neste processo, fizeram uma introdução às técnicas de vôo, à comunicação via rádio para controlo da asa e simularam o vôo em computador durante algumas horas.

Estas asas vão transportar um microcontrolador que vai gerir a aquisição de temperatura, pressão e humidade, um dispositivo que os alunos, orientados pelo formador Timóteo Mendes, aprenderam a usar e a programar. Este dispositivo constituído por um ARDUINO NANO e um sensor BME280, irá recolher dados e armazena-lo na eeprom interna do arduino durante o vôo, que depois serão tratados no âmbito deste projeto.

A ideia de  formação passou por contextualizar os processadores num projeto concreto, como ponto de partida para os conteúdos da disciplina. Estas e outras atividades, foram organizadas pelo LAB ABERTO FAB LAB, e acontecem às quintas feiras, no LAB CENTER, em torres Vedras. Neste dia, os alunos foram também acompanhados pela professora Ana Patrício e pelo nosso associado, Fernando Fidalgo.

A informática, a tecnologia, o conhecimento e a juventude com resultados práticos ao ar livre.

 

Posted by archizero in Atividades, LAB ABERTO FAB LAB, programação, projetos
Workshops do Festival Nacional de Robótica

Workshops do Festival Nacional de Robótica

A lista de workshops que serão realizados no Festival Nacional de Robótica, que irá decorrer de 25 a 29 de abril em Torres Vedras, já está disponível. A oferta de sessões vai da impressão 3D à programação de robots em contexto educacional. O Lab Aberto participa nestas sessões, com demonstrações de projetos e partilha de experiências. Para ficar a conhecer toda a oferta de workshops do Festival, visitem a página Workshops – Festival Nacional de Robótica 2018 e as inscrições em Workshops FNR 2018.

Posted by archizero in agenda, workshops
Debater a Inteligência Artificial no LabCenter

Debater a Inteligência Artificial no LabCenter

Após a projeção do documentário Eis o Admirável Mundo em Rede de Werner Herzog, a discussão sobre o impacto social da tecnologia digital continuou no passado sábado, no átrio do Torres Vedras Lab Center. Os comentários dos que estiveram presentes na projeção no Teatro Cine de Torres Vedras serviram de ponto de partida a uma discussão que juntou os investigadores Luís Caires e Rui Pires, que trabalham nos domínios da inteligência artificial, e João Almeida, jornalista cultural e diretor da Antena 2.

Rui Pires, Luís Caires e João Almeida, a debater as questões colocadas pelos participantes.

O átrio do Lab Center encheu para uma animada conversa entre os convidados e visitantes. Os especialistas na área partilharam o seu conhecimento técnico e visão sobre os impactos sociais, com complemento da visão cultural. Se falar de inteligência artificial como uma forma de inteligência consciente é hoje prematuro, os enormes avanços em robótica, aprendizagem computacional e inteligência artificial restrita, possibilitados pelos avanços nas tecnologias de computação e o acesso a enormes quantidades de dados possibilitada pelo crescimento explosivo da internet, significa que hoje, estas tecnologias já são parte integrante do nosso dia a dia.

Os representantes do ATV/Café com Filmes, Lab Aberto e Torres Vedras Lab Center dão início ao debate.

No entanto, quando falamos de Inteligência Artificial, não conseguimos fugir às questões sobre inteligência, empatia e consciência de si mesmo. Tememos que a IA nos supere, e somos forçados a questionar o que, realmente, significa o conceito de inteligência. A sua visão clássica  como algo inerente e exclusivo ao ser humano, está a ser substituída por uma visão mais abrangente, que define diferentes graus de inteligência, a partir dos dados da investigação em comportamentos humanos e animais. Em conjunto, os convidados do debate esclareceram dúvidas, mas essencialmente levantaram mais questões para reflexão e debate. Sociedade, economia, a possibilidade da expansão humana para além dos limites da terra, são alguns dos impactos que destas tecnologias em rápida aceleração.

Concluímos com esta sessão o evento de colaboração entre o Lab Aberto e a iniciativa Café com Filmes. Registamos com agrado o elevado nível de participação da comunidade, quer na sessão de cinema quer no debate no Lab Center.

Posted by archizero in Atividades
Café Com Filmes e Inteligência Artificial

Café Com Filmes e Inteligência Artificial

Ontem foi assim, no Teatro-Cine de Torres Vedras. Casa bastante cheia na sessão Café com Filmes para ver o documentário Lo and Behold de Werner Herzog, que se debruça sobre a evolução e impactos sociais e culturais da Internet, Inteligência Artificial, Robótica e Automação.

Mas há mais. A tradicional troca de ideias após a sessão fica, desta vez, agendada para sábado, às 16:00 no espaço do Torres Vedras Lab Center. Em debate teremos os convidados Luís Caires, Rui Pires e João Almeida virão partilhar ideias e conhecimento sobre Inteligência Artificial, e debater as questões levantadas pelo documentário de Herzog. Cliquem aqui para saber um pouco mais sobre os nossos convidados.

Esta sessão do Café com Filmes decorreu em parceria com o Lab Aberto.

 

Posted by archizero in Atividades
Eis o Admirável Mundo em Rede

Eis o Admirável Mundo em Rede

Depois da projeção do filme, o debate. No dia 24 de fevereiro, no espaço do Torres Vedras Lab Center, quatro personalidades ligadas à tecnologia e aos media vão debater as questões lançadas pelo documentário de Werner Herzog, que se foca na evolução e impacto da internet, robótica e inteligência artificial na sociedade global.

Teremos quatro convidados para o debate: Rui Pires, engenheiro físico e doutourado em Física pelo IST, foi professor no IST e na Universidade Católica, trabalhou no CERN e no Fermilab, atualmente CEO da Creare Systems e sócio da WeBrain e ADVO. Luís Caires, professor catedrático da FCT/Universidade Nova de Lisboa, diretor do Departamento de Informática, membro do comité científico da Universidade Nova, fundador do laboratório Nova LINCS. João Almeida, jornalista cultural com trabalho reconhecido na rádio, imprensa e televisão, atualmente diretor da Antena 2, onde realiza o programa Quinta Essência.

Parte do debate depende da comunidade. Na sessão de cinema de dia 22, com entrada livre no Teatro-Cine de Torres Vedras, todos os interessados poderão deixar registadas as questões que o filme lhes levanta, para serem debatidas no dia 24. Estas atividades são de entrada livre.

Posted by archizero in Atividades
Café Com Filmes

Café Com Filmes

É já no próximo dia 22 que o Teatro Cine de Torres Vedras recebe a projeção de Lo and Behold, documentário de Werner Herzog sobre o mundo digital. 

No dia 24, sábado, o Torres Vedras LabCenter irá receber Rui Pires e Luís Caires, que irão debater as questões levantadas pelo filme.

Este evento é gratuito. Para mais informações, visitem a página da iniciativa Café com Filmes.

Posted by archizero
Curso Introdução à Modelação e Impressão 3D

Curso Introdução à Modelação e Impressão 3D

Curso Introdução ao 3D – LAB ABERTO FAB LAB

Esta sequência de workshops destina-se a todos os interessados nas várias vertentes da modelação e impressão 3D. Está estruturada numa sequência de sessões que pode ser seguida de forma sequencial ou alternada. Cada participante escolherá o percurso que lhe for mais apropriado.

Organização: Artur Coelho.

Horário e local: Datas: 1, 15 e 29 de março, 5 e 19 de abril (quintas feiras), entre as 18 e as 20, LAB CENTER, loja 33. As datas poderão ser ajustadas de acordo com as necessidades dos formandos e do formador.

Preço: 5€ por sessão; 20€ todo o curso.

Inscrições: Curso Introdução ao 3D Lab Aberto

Workshop 1: Introdução à impressão 3D

Neste workshop, pretendemos que os participantes adquirem conhecimentos elementares sobre as tecnologias de impressão 3D, e aprendam a utilizar uma impressora FDM/FFF.

Conteúdos:

1) Imprimir em 3D: funcionamento de uma impressora cartesiana; carregar filamento; uso de slicers; importar ficheiros STL (Cura e Beesoft); operações de escala, rotação, otimização de mesa de impressão; opções de impressão (resolução, temperaturas, densidades, suportes e bases).

2) O que é impressão a 3D: possibilidades campos de intervenção, casos práticos, do uso pessoal ao industrial.

Workshop 2: Modelação para Impressão 3D I – Tinkercad

Neste workshop, os participantes aprenderão a criar modelos 3D utilizando o Tinkercad. Esta aplicação Web tem um interface acessível e permite criar facilmente criar modelos usando técnicas de modelação por primitivos.  A progressiva ubiquidade das impressoras 3d levanta a questão “o que vamos imprimir”. Se quisermos ir além do download de modelos de repositórios online, adquirir competências de modelação é essencial. Bem como amplificador das actividades e aprendizagens que podemos oferecer aos nossos alunos. Aprendizagem de modelação 3D é um processo complexo, e a impressão traz consigo questões técnicas complexas para quem não domina profundamente as técnicas de trabalho. O tinkercad foi criado para responder a estas questões.
– é web based, funcionando em browsers (facilita a gestão do parque informático).
– partilha simplificada (cada aluno sua conta, o partilhável tem de ser tornado público, copiável remisturável, creative commons)
– modelação por primitivos, com operações booleanas, restringe o tipo de modelos que se pode criar (sem revoluções, loft, splines) mas garante modelos que correm bem em impressão 3D.

Conteúdos:

1) Espaço de trabalho: manipulação com órbita, arrastamento, zoom, seleção; plano de trabalho.

2) Operações com primitivos: rotação, translação no plano e no espaço, deformação por redimensionamento; medidas e linhas de cotagem.

3) Modelação com primitivos: operações booleanas de corte e união.

4) Utilizar geradores de forma.

5) Importar modelos externos (SVG, OBJ, STL).

6) Exportação em STL, OBJ e SVG.

Workshop 3: Modelação para Impressão 3D II – Sketchup

O Sketchup é uma aplicação de modelação 3D por subdivisão de superfícies que alia o rigor do CAD a um interface intuitivo de fácil aprendizagem. O processo de modelação e as ferramentas que disponibiliza permite criar modelos com maior complexidade do que os possíveis com modelação por primitivos. Neste workshop os participantes irão conhecer técnicas de modelação de objectos complexos (linhas, curvas, revolução) com o Sketchup Make.

Conteúdos:

1) Interface do Sketchup Make: ferramentas de traço, deformação e manipulação do espaço.

2) Modelação por subdivisão: traçar linhas e superfícies; criar volumes por extrusão; subdivisão por traçagem; manipulação de vértices, arestas, superfícies e volumes com translação, rotação e escala.

3) Modelação com revolução/varrimento.

4) Interseção de superfícies.

5) Criação de grupos e componentes; modelos ocos com outer shell.

6) Modos de visualização (sombras, ambientes, layouts).

7) Plugins: detecção e correção automatizada de erros com Solid Inspector; Exportação com SketchUp STL.

Workshop 4: Validação de STL

A validação de ficheiros STL permite-nos verificar se um modelo 3D irá imprimir corretamente, analisando, detectando e corrigindo erros nas superfícies e volumes. A impressão 3D exige alguns cuidados com o modelo a imprimir, especificamente no que toca à estanquidade, geometria interior e orientação de normais. Validar permite detectar e corrigir erros que, se não verificados, se traduzem em impressões com falhas. Outro problema que podemos ter é a conversão entre formatos para STL, o lido pelos programas para impressão 3D.

1) Conversão de modelos 3D para STL com Meshlab e netfabb; conversão de modelos CAD com 3D Transform.

2) Netfabb: validação, detecção e correção automatizada de erros – scripts de reparação; escalagem, redimensionamento, rotação; cortes.

3) Netfabb: correção manual de erros – eliminação de volumes e superfícies; reversão de normais.

4) Meshlab: redução de polígonos.

5) Meshlab: filtros de correção de erros.

6) Meshmixer: criação de shell do modelo 3D.

7) 3D Builder: correção automática de erros (só em Windows 10).

8) Conversão com Freecad.

Workshop 5: Modelação 3D em Android.

A acessibilidade e portabilidade dos dispositivos móveis também permitem criar em 3D. O tablet ou telemóvel pode tornar-se um dispositivo de trabalho nestas áreas, embora não disponha dos recursos, ferramentas e poder computacional do computador pessoa,. No domínio do 3D, o ecossistema Android dispõe de algumas aplicações gratuitas que permitem criar em 3D com a ponta dos dedos.

1) Modelação por primitivos com 3DC.io: ferramentas de mover, rodar e escalar; interface da aplicação (espaço de trabalho, opções, galeria e partilha); formas 3D com primitivos, extrusão de superfícies e texto; operações booleanas de corte e união; exportação de modelos.

2) Integração web/tablet com Autodesk FormIt. **

3) CAD com Onshape. *

* em demonstração.

* * aplicação descontinuada em android.

Posted by archizero in workshops